bet h2

Capa do Álbum: bet h2
A Rádio Online mais ouvida do Brasil
bet h2
Ícone seta para a esquerdaVeja todas as Notícias.

Republicanos rejeitam seu próprio projeto de financiamento e paralisação do governo dos EUA é iminente

Placeholder - loading - Presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, respublicano Kevin McCarthy 29/09/2023 REUTERS/Jonathan Ernst
Presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, respublicano Kevin McCarthy 29/09/2023 REUTERS/Jonathan Ernst

Publicada em  

Por Moira Warburton e Richard Cowan

WASHINGTON (Reuters) - Os republicanos radicais na Câmara dos Deputados dos Estados Unidos rejeitaram nesta sexta-feira um projeto de lei proposto por seu líder para financiar temporariamente o governo, tornando quase certo que as agências federais fecharão parcialmente a partir de domingo.

A Câmara dos Deputados rejeitou por 232 votos a 198 uma medida para financiar o governo durante 30 dias para dar aos parlamentares mais tempo para negociar. Esse projeto de lei teria cortado gastos e imposto restrições à imigração e à segurança das fronteiras, prioridades republicanas que tinham poucas chances de aprovação no Senado, que é de maioria democrata.

Enquanto isso, o Senado, numa ampla base bipartidária, tem avançado um projeto de lei semelhante, conhecido como resolução contínua ou CR, para financiar o governo até 17 de novembro.

'Ainda não é o fim; tenho outras ideias', disse o presidente republicano da Câmara, Kevin McCarthy, aos jornalistas após a derrota de um projeto de lei que ele havia apoiado.

McCarthy não disse imediatamente quais eram essas ideias.

O Serviço de Parques Nacionais será fechado, a Comissão de Valores Mobiliários suspenderá a maioria de suas atividades regulatórias e vai interromper o pagamento de até 4 milhões de trabalhadores federais a partir do primeiro minuto de domingo (horário local) se o Congresso não aprovar um pacote de gastos que possa ser sancionado pelo presidente Joe Biden antes disso.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, disse nesta sexta-feira que uma paralisação do governo 'minaria' o progresso econômico dos EUA ao suspender programas importantes para pequenas empresas e crianças, e poderia atrasar grandes melhorias na infraestrutura.

A paralisação seria a quarta em uma década, e ocorre apenas quatro meses depois de um impasse semelhante ter levado o governo federal a poucos dias de deixar de pagar uma dívida de mais de 31 bilhões de dólares. O risco levantou preocupações em Wall Street, onde a agência de classificação Moody's alertou que isso poderia prejudicar a qualidade de crédito do país.

Biden alertou que uma paralisação poderia ter um grande impacto nas Forças Armadas.

“Não podemos fazer política enquanto nossas tropas estão em questão. É um abandono absoluto do dever”, disse Biden, um democrata, na cerimônia de aposentadoria do general Mark Milley.

McCarthy esperava que as disposições fronteiriças do CR republicano pressionaria pelo menos nove resistentes da linha dura a apoiar a medida - e a recuar à beira da paralisação.

Os democratas, entretanto, alertaram que o CR republicano significaria um corte de 30% nos gastos com benefícios para mulheres e crianças pobres e um corte de 57% nos recursos para combater incêndios florestais, e aumentaria os gastos com defesa e segurança interna.

McCarthy conseguiu aprovar três de quatro projetos de lei na quinta-feira que financiariam quatro agências federais. Os projetos de lei foram redigidos para acomodar exigências conservadoras radicais e não têm qualquer chance de serem aprovados no Senado controlado pelos democratas, embora, mesmo que se tornassem lei, não evitariam uma paralisação parcial porque não financiam todo o governo.

McCarthy e Biden acertaram em junho com um acordo que teria financiado o governo com gastos discricionários de 1,59 trilhão de dólares no ano fiscal de 2024, mas os radicais republicanos da Câmara estão exigindo outros 120 bilhões de dólares em cortes, além de uma legislação mais dura que impediria o fluxo de imigrantes na fronteira dos EUA com o México.

Uma paralisação do governo atrasaria a divulgação de dados econômicos vitais, o que poderia desencadear volatilidade nos mercados financeiros.

“Estamos no meio de uma guerra civil republicana que já dura meses e agora ameaça uma paralisação catastrófica do governo”, disse o principal democrata da Câmara, Hakeem Jeffries, aos repórteres após a votação.

(Reportagem de Moira Warburton e David Morgan)

Escrito por Reuters

Últimas Notícias

  1. Home
  2. noticias
  3. republicanos rejeitam seu …

Este site usa cookies para garantir que você tenha a melhor experiência.

bet h2 Mapa do site